Realização



Apoio

Fórum Latino-Americano mostra, na UFPB, força da TV digital

Fórum reúne pesquisadores do Brasil, Argentina, Uruguai, Equador, Chile e Peru e vai possibilitar o conhecimento e a interação com os aplicativos da TV Digital, de acordo com Flávio Lenz, representante do Ministério das Comunicações. Durante a abertura, o reitor da UFPB, Rômulo Polari, destacou que a Paraíba tem uma base cientifica bem desenvolvida.

 

“Como Reitor da UFPB estou muito feliz por estar vendo na PB uma base científica bem desenvolvida”. Foram essas algumas das palavras do professor Rômulo Polari durante a abertura do Fórum Latino-Americano de TV Digital, que teve início na manhã desta quinta-feira (8) na Estação Cabo Branco, Ciência, Cultura e Artes, em João Pessoa.

 

O evento realizado até a sexta-feira (9), é promovido pela TV UFPB e Laboratório de Aplicações de Vídeo Digital da UFPB (Lavid), em parceria com o Ministério das Comunicações e o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

 

O Fórum reúne pesquisadores brasileiros e da Argentina, Uruguai, Equador, Chile e Peru e vai possibilitar o conhecimento e a interação com os aplicativos da TV Digital, de acordo com Flávio Lenz, representante do Ministério das Comunicações. Durante a abertura do evento ele avaliou a presença da interatividade dos sistemas televisivos brasileiros. “O objetivo da interatividade da TV não é substituir a internet”, completou Lenz.

 

Durante a manhã foram realizados dois debates em torno do tema da TV digital na América Latina. Um deles teve com eixo central “a política brasileira para o segmento de TV digital aberta e terrestre: avanços e desafios. Outro debate foi sobre “as experiências de utilização do padrão ISDB-T de TV Digital aberta e terrestre em países da América Latina”.

 

Durante os debates, o professor Guido Lemos, do Lavid, mostrou as diferenças entre um aparelho de televisão digital e um aparelho de TV digital interativa. Por sua vez, Patrícia Brito, representante do Ministério das Comunicações, falou sobre os avanços e perspectivas do sinal digital.

 

O Fórum Latino-Americano de TV Digital conta com a presença de diversos representantes de órgãos do governo, entre os quais Eduardo Teroda, do Ministério das Relações Exteriores. O evento foi aberto com apresentação do grupo do município de Santa Rita, localizado na região metropolitana de João Pessoa.

 

Os pesquisadores, professores e estudantes envolvidos no Fórum também participam  da “Exposição Latino-americana de Conteúdos Interativos para TV Digital”, durante a qual apresentará ao público vídeos sobre como está se dando a adoção da tecnologia brasileira em seus respectivos países, oferecendo aos visitantes uma visão aproximada sobre as mudanças previstas para o cenário televisivo. A Argentina exibirá alguns aplicativos interativos que estão sendo desenvolvidos atualmente e as pessoas que visitarem a exposição poderão não apenas conhecer esses conteúdos, mas, possivelmente, realizarem algum tipo de interatividade.

 

Várias emissoras públicas brasileiras também vão participar da exposição e, assim, antecipar para os telespectadores quais conteúdos interativos vislumbram oferecer, em um futuro próximo, no sistema de transmissão digital. Para a exposição, confirmaram presença a TV UFPB, TV Senado, TV Justiça, TV Universidade Estadual Paulista (Unesp) e o Laboratório de Telemídia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ). Também fará demonstrações de inovações em interatividade o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD), um dos mais conceituados pólos de tecnologia em telecomunicações e tecnologia da informação.

Fórum TV Digital
Fórum TV Digital
Fórum TV Digital
Fórum TV Digital